Quaresma, Campanha da Fraternidade e Romaria da Terra

Por Dom Adelar Baruffi


Nesta semana, iniciamos a caminhada quaresmal, na Quarta-feira de Cinzas e, assim,as mais diferentes pastorais e organizações de nossas comunidades vão retomando suas atividades. A catequese reinicia seus encontros e encaminham-se, também, os grupos de reflexão em preparação à Páscoa. Dá-se abertura à Campanha da Fraternidade. Teremos, também, na terça-feira, dia de carnaval, a Romaria da Terra. 

39ª Romaria da Terra

No dia 09 de fevereiro, em São Gabriel, acontece a 39ª Romaria da Terra, da Igreja no nosso Estado. Tem como lema: “Cuidar da terra, casa comum.” Procura fazer ressoar o ensinamento do Papa Francisco da Encíclica Laudato Si, para nossa realidade, sobretudo da agricultura familiar. Olha para a história, contemplando a presença dos jesuítas com o povo guarani. Quando estes foram expulsos por portugueses e espanhóis, apresentou-se o heroísmo de Sepé Tiarajú, com seus companheiros, que há 260 anos foram mortos, defendendo seu povo e sua terra. A Romaria procura celebrar e animar a presença de uma Igreja que quer ser samaritana, misericordiosa, a serviço da vida plena para todos, no cuidado da casa comum e promovendo uma ecologia integral, a partir da ótica dos pequenos agricultores. 

O caminho quaresmal

Com a celebração da Quarta-feira de Cinzas, iniciamos o caminho quaresmal. É um caminho marcado pela oração, caridade e penitência. Quer nos preparar para celebrarmos, jubilosos, a Ressurreição do Crucificado e, na Vigília Pascal, renovarmos o nosso batismo. “A Quaresma deste Ano Jubilar seja vivida mais intensamente como tempo forte para celebrar e experimentar a misericórdia de Deus. Quantas páginas da Sagrada Escritura se podem meditar, nas semanas da Quaresma, para redescobrir o rosto misericordioso do Pai” (Francisco, O rosto da misericórdia, 17). A renovação do Batismo e a celebração da Penitência são marcos neste tempo litúrgico. 

A Campanha da Fraternidade

Assim, “o jejum e a abstinência que praticamos, quebrando nosso orgulho, nos convidam a imitar vossa misericórdia, repartindo o pão com os necessitados”. (Prefácio da Quaresma, III). É no contexto da espiritualidade quaresmal que situa-se a Campanha da Fraternidade. Ela tem como tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e como lema: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca.” (Am 5,24). O objetivo principal é “assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas e empenharmo-nos, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa Casa Comum.” (Texto Base). Esta será uma Campanha da Fraternidade ecumênica. Junto com outras igrejas cristãs nós rezamos assim: “Deus da vida, da justiça e do amor, Tu fizeste com ternura o nosso planeta, morada de todas as espécies de povos. Dá-nos assumir, na força da fé, e em irmandade ecumênica, a corresponsabilidade na construção de um mundo sustentável e justo para todos. No seguimento de Jesus, com a Alegria do Evangelho e com a opção pelos pobres. Amém.”

Desejo a todos uma abençoada caminhada quaresmal, com nossas famílias e comunidades. 


Publicada em 11/02/2016 às 16:54:42

Mitra Diocesana - Rua Duque de Caxias, 729 - Cruz Alta RS, 98005-200 - (0xx)55 3322-6920