Os Mistérios do Universo

Não tenho muito o costume de olhar para o céu à noite e contemplar as estrelas. Mas quando tiro alguns minutos e começo a pensar o que tem lá em cima, sinto um pouco do que Imannuel Kant revelou que sentia. Ele disse:“duas coisas me enchem a alma de crescente admiração e respeito, quanto mais intensa e freqüentemente o pensamento delas se ocupa: o céu estrelado sobre mim e a lei moral dentro de mim.”
O que tem lá em cima? Muito mais do que os nossos olhos podem ver.
As descobertas dos últimos cem anos são de tirar o folego. Além do que já sabíamos, o fato de viver em um planeta entre mais outros planetas em volta do sol, descobrimos que a Via Láctea não é todo o Universo. Os cientistas descobriram que a Via Láctea é uma Galáxia entre outras bilhões de Galáxias do Universo. Ou seja, se cada Galáxia possuí bilhões de planetas, e o Universo tem bilhões de Galáxias, quantos planetas haverá em todo o universo? Qual o tamanho total do universo?
Descobriu-se que as estrelas são imensas bolas de fogo, alimentadas pela queima do gás hidrogênio, o gás mais comum e abundante no universo. Nessa nova linguagem, o sol se torna a estrela mais próxima de nós.
Marcelo Gleiser, falando das distâncias no nosso universo, diz que “uma viagem até a nossa estrela vizinha, Alfa Centauro, demoraria cerca de 100 mil anos nas espaçonaves atuais”, pois “está aproximadamente 4,37 anos-luz de distância”.
Tendo conhecimento de tudo o que existe no Universo, nos sentimos perdidos nesta imensidão de planetas e galáxias. Não estamos no centro do universo. Somos tentados a pensar que estamos jogados ao acaso e caminhando sem rumo na periferia de uma Galáxia entre bilhões de Galáxias existentes.
No salmo 8, o salmista contempla o céu estrelado, e faz a pergunta sobre o lugar do ser humano na criação de Deus. “Quando olho para o teu céu, obra detuas mãos,vejo a lua e as estrelas que criaste:Que coisa é o homem, para dele telembrares,que é o ser humano, para o visitares?” (Sl 8,4-5). Somos nada mais e nada menos do que “a imagem de Deus” (Gn 1,26). Portanto, toda vida humana é sagrada. Atentar contra a vida de um ser humano, é atentar contra o próprio Deus.
Se estávamos perdidos no imenso universo existente, Deus nos encontrou e veio morar entre nós (Jo 1,14). Um menino nos foi dado (Is 6,9). Cheios de alegria e confiança, preparamos o nosso coração neste tempo de advento para celebramos o seu nascimento, e no mesmo sentimento, esperamos a sua segunda vinda definitiva.

Pe. Eliseu Lucas de Oliveira

Pároco da Paróquia São Pedro Apóstolo

Ajuricaba

Publicada em 09/12/2016 às 16:48:33

Mitra Diocesana - Rua Duque de Caxias, 729 - Cruz Alta RS, 98005-200 - (0xx)55 3322-6920