Paróquia Divino Espírito Santo – Catedral Diocesana comemora 185 anos

A Paróquia Divino Espírito Santo, a Catedral da Diocese de Cruz Alta, comemora, o dia 24 de outubro, seus 185 anos. Para marcar esta data, no domingo, dia 22, será celebrada uma missa festiva, seguida de almoço no salão paroquial. Nesta mesma data, será comemorado, junto a comunidade, o aniversário do Bispo Diocesano, Dom Adelar Baruffi, ocorrido no dia 19.

Revitalização 

Prestes a completar 185 anos, a paróquia ganha projeto de revitalização interna, que deve iniciar no final de novembro deste ano. A obra é necessária devido ao estado de conservação que se encontra a igreja, pois a última reforma estrutural aconteceu há mais de 30 anos.

Após aprovação do projeto, que já iniciou com um arquiteto Sacro, ele será apresentado à comunidade. “É necessária uma melhoria, principalmente por ser nossa Catedral, tão importante no município de Cruz Alta e para nossa diocese. Foi preciso uma atenção diferenciada, a busca por um olhar que traga transformação neste local sagrado. É um processo que estamos vivenciando com esperança, gratidão e fé”, destacou o pároco

As pessoas podem ajudar voluntariamente doando qualquer valor, seja na secretaria paroquial ou com a Comissão de Revitalização da Catedral. Haverá uma conta bancária própria para essa revitalização, inclusive fornecendo recibo de comprovação de doação. “A própria Comissão está trabalhando para que haja, após a aprovação do projeto de revitalização, o envolvimento de toda nossa Diocese, ou seja, pessoas de todas as comunidades e paróquias da diocese, ou fora dela, poderão ajudar com doações”, adianta. Também, para aqueles que optarem, está sendo elaborada uma espécie de carnê para que as pessoas possam doar mensalmente um valor que desejarem. 

A previsão do término do projeto em exercício é de, aproximadamente, 2 anos. Com isso, contamos com a participação da comunidade.

O padre diz estar muito animado com o projeto e conta com a ajuda de todos.

A história

Com a criação da Diocese de Cruz Alta, em 27 de maio de 1971, instalada em 28 de janeiro de 1973, a Paróquia Divino Espírito Santo – erigida em 24 de outubro de 1832 - passou a ser a Catedral Diocesana.  “A Catedral é a igreja mãe de todas as paróquias de nossa Diocese”, enfatiza o Padre Marcio Laufer, pároco da Paróquia Divino Espírito Santo. 

A história da paróquia Divino Espírito Santo começa em 1821, com autorização do Governo da Província do Rio de Janeiro e uma provisão episcopal, aos cuidados espirituais de Frei José de Sant´Avertano, para se construir o corpo da igreja. A construção aconteceu entre 1824 e 1827, sendo ereta paróquia em 24 de outubro de 1832, por Dom José da Silva Coutinho, Bispo do Rio de Janeiro, tendo como padroeiro o Divino Espírito Santo. 

O primeiro vigário foi o Padre Francisco Gonçalves Pacheco, que permaneceu a frente da paróquia de 1832 a 1834. A Paróquia Divino Espírito Santo na época abrangia toda a margem direita do Rio Jacuí até a Serra de São Martinho, grande parte da margem esquerda do mesmo rio até a Serra de Botucaraí, limitando-se com outras partes e território missioneiro. Envolvia os municípios de Cruz Alta, Soledade, Tupanciretã, Júlio de Castilhos, Ijuí, Ibirubá, Panambi, partes de Santa Maria e Palmeiras das Missões. 

O atual prédio da catedral é a terceira igreja construída nesse local, em meados do séculos XX, quando foram erguidas as torres, depois de uma festa do Divino, em 1950.  Até 1848 a jurisdição eclesiástica era do Bispo do Rio de Janeiro. De 1848 a 1910 passou a pertencer ao bispado de Porto Alegre e em 1910 passou a pertencer a Santa Maria. Até 1953 só existia a Paróquia Divino Espírito Santo nesta região.

Nos dias de hoje

Atualmente, a paróquia é formada por 10 comunidades eclesiais, movimentos, serviços e pastorais, os quais são coordenados pelo Conselho Paroquial de Pastoral – CPP, juntamente com o Conselho Paroquial de Economia e Administração - CPEA.


Publicada em 24/10/2017 às 15:30:54

Mitra Diocesana - Rua Duque de Caxias, 729 - Cruz Alta RS, 98005-200 - (0xx)55 3322-6920